SPBRAS.com
Bigceu.com
BBfofo.com
Spyay.com
Topbem.com

Crescimento econômico e geração de emprego beneficiam o desenvolvimento regional no Cerrado Mineiro

1 semana agora 16

Destaque também no mercado internacional, a produção cafeeira da Região do Cerrado Mineiro tem uma média de 5 milhões de sacas anuais O plantio e cultivo do café é uma das principais atividades econômicas do país e Minas Gerais é responsável pela maior produção nacional, elevando o Brasil ao nível de maior produtor mundial. Formado por 55 municípios no Triângulo Mineiro, Alto Paranaíba e Noroeste de Minas, o Cerrado Mineiro conta com mais de 4.500 produtores e gera em média 7.200 empregos diretos e 14.700 indiretos. Auxiliando no desenvolvimento socioeconômico da região e ajudando o Brasil a manter o título de maior produtor mundial de café. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a região do cerrado Mineiro é o maior produtor estadual do produto. Com um trabalho focado em tecnologia, incentivo aos produtores e qualidade, a Região do Cerrado Mineiro se consolidou como uma das áreas de cultivo de café mais avançadas em relação a entrega de qualidade associada à quantidade. Em 2021, a região foi responsável por produzir 4,77 milhões de sacas, sendo 70% cafés especiais para exportação. Desde a produção até a introdução do produto no mercado, o Cerrado Mineiro é responsável pelo crescimento da economia em Minas Gerais. Marcos Geraldo é gerente do SEBRAE Noroeste e Alto Paranaíba de que forma a cadeia produtiva do café ajuda no crescimento econômico da região e na geração de empregos. “Ao se estabelecer como uma região altamente profissionalizada, com qualidade e quantidade reconhecidas pelo mercado, cria-se um impacto ao longo de toda cadeia, seja antes das atividades nas empresas rurais , no que relaciona a agroindústria e comércio e insumos e defensivos, bem como após a colheita, onde se tem a comercialização, Cooperativas, além da assistência técnica transversal ao longo de toda atividade, criando um ecossistema relacionado à Cafeicultura na Região do Cerrado Mineiro, que tem o nome de “ciclo virtuoso” a partir da existência de uma consistência que transborda oportunidade, gerando o chamado Valor Compartilhado”. E acrescenta: “Esse transbordamento influencia diretamente na geração de empregos com salário de maior valor agregado, que cria dentro dessa cadeia a demanda de serviços e produtos estruturados e oportunidade para atrair talentos para região, bem como retenção de inteligência e talentos do próprio território”. Marcos Geraldo atua como gerente Regional do Sebrae Noroeste e Alto Paranaíba desde 2015 Arquivo pessoal A Denominação de origem e certificações conquistadas ao longo dos anos, são responsáveis por contribuir no crescimento e no reconhecimento da produtividade dos cafeeiros. Em 2013 a Região do Cerrado Mineiro conquistou o selo de denominação. O título foi conferido por órgão regulamentadores e é responsável por garantir a qualidade do produto e serviço de determinada região a partir de fatores naturais e mão de obra humana. Mais uma vez, dando projeção a região do Cerrado Mineiro no mercado internacional, aumentando oportunidades de negócio e proporcionando desenvolvimento local Através de um ranqueamento feito com amostras do café produzido por mulheres, o Cerrado Mineiro irá homenagear a mão de obra feminina na décima edição do prêmio “Região do Cerrado Mineiro” com o troféu “Mulheres de Atitude''. A iniciativa tem como finalidade o incentivo e valorização do trabalho. Resultados ligados à geração de empregos evidenciam a importância do setor cafeeiro na região para o crescimento da economia estadual e para o aumento da economia nacional.
Leia todo o artigo
contato (11) 93001-6266